MODELO DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA SOCIOAMBIENTAL

UM ENSAIO TEÓRICO APLICADO À ANALISE DE POLÍTICAS PÚBLICAS AMBIENTAIS E O DESEMPENHO ECONÔMICO E SOCIOAMBIENTAL DAS FIRMAS

  • Francisco Alberto Severo de Almeida
  • Isak Kruglianskas

Resumo

Este ensaio teórico tem como objetivo apresentar uma proposta de modelo de investigação científica socioambiental baseado nas abordagens do pensamento sistêmico e cartesiano para explicar o construto sistema de políticas e ações governamentais relacionadas às questões socioambientais e o desempenho econômico e socioambiental das empresas. Neste contexto, há de se destacar a pertinência em propor a construção de modelo de investigação científica para avaliar como as questões socioambientais e as políticas públicas ambientais têm influência no desempenho econômico e socioambiental das firmas, sob a perspectiva epistemológica e teórica estruturada no pensamento sistêmico para formatar o modelo mental abstrato (modelo conceitual) da realidade observada e mediante o pensamento cartesiano para determinação dos elementos prescritivos de definição do modelo lógico (operacional) do processo de investigação. A construção de modelo de investigação empírica é um instrumento eficiente para se estabelecer as conexões das realidades distintas observadas e as suas práticas associadas a busca do conhecimento de fronteiras, mediante a apropriação dos saberes da epistemologia, das teorias e das técnicas subjacentes aplicadas às teorias. O instrumento de investigação construido para pesquisa, alicerça-se nas variáveis do modelo conceitual e no conjunto de situações problemas, na visão do segmento empresarial, abrangendo questionamentos sobre a legislação ambiental, instrumentos institucionais de regulação direta no mercado; responsabilidade por danos ambientais; acordos internacionais e regionais socioambientais; marketing ambiental, desempenho econômico, ambiental e social.

Publicado
2018-11-27