CPA - Relatório 2020

RELATÓRIO INTEGRAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Ano de referência: 2020
Ano de publicação: 2021

Sumário

Introdução

A Faculdade ANASPS (código 16628) foi credenciada por meio da Portaria 775, de 22 de julho de 2016, publicada no Diário Oficial da União em 25 de julho de 2016, tendo o início da sua primeira turma em março de 2017.

A Constituição da primeira Comissão Própria de Avaliação (CPA) foi aprovada pelo
Conselho Superior da Faculdade, conforme consignado em ata, no dia 03 de outubro de 2017. Após o primeiro ano de mandato, a Comissão foi reformulada, tendo este mandato válido até o término deste triênio.

A FAnasps busca a consolidação de uma cultura avaliativa envolvendo representantes das diferentes dimensões que compõem a comunidade acadêmica da IES, bem como todos os seus cursos.Para tanto, em 2021 a Comissão promoverá eleição entre pares para escolha dos representantes da comunidade educativa, garantindo a escolha democrática de seus participantes.

A autoavaliação institucional está pautada no conceito de avaliação que compreende o
conjunto, estabelecendo significações e direções; olhando para totalidades concretas que constituem a instituição como um todo. Com base nesse pressuposto que a CPA conduz seus trabalhos, de conhecer melhor a IES e subsidiando a gestão, com indicadores, em seu Planejamento Estratégico bem como na melhoria dos seus processos.

1.1 TIPO DO RELATÓRIO

Em adequação à NOTA TÉCNICA INEP/DAES/CONAES Nº 065, os relatórios de autoavaliação devem ser parciais nos 2 primeiros anos. No terceiro ano, será inserido em sua versão integral.

1.2 DADOS DA IES

1.3 COMPOSIÇÃO DA CPA

2. METODOLOGIA

O processo de autoavaliação institucional está alinhado com as perspectivas institucionais e adequadas ao Plano de Desenvolvimento Institucional e os Regulamentos e Plano de Melhorias da CPA.

A Comissão elaborou os instrumentos de avaliação com base nos cinco eixos que abrangem as 10 dimensões do Sinaes, em adequação à NOTA TÉCNICA INEP/DAES/CONAES Nº 065.

Todas as informações coletadas pertinentes à avaliação estão organizadas em eixos, categorias de análise e indicadores.

Os questionários aplicados buscaram verificar a percepção e o grau de satisfação pelos diferentes públicos, baseando-se na classificação discriminada no quadro 1.

O ano de 2017 marca o início das atividades acadêmicas da IES e da Comissão Própria de Avaliação. Neste primeiro ano, optou-se pela elaboração e aplicação de um único questionário para todos os públicos, com o objetivo de identificar a percepção destes sobre questões essenciais ao primeiro ano de funcionamento da instituição. Houve uma etapa de sensibilização dos alunos e professores sobre a importância do processo avaliativo para a melhoria da qualidade da instituição e do processo de ensino e aprendizagem. A aplicação foi realizada em sala de aula, com a utilização do questionário impresso e sem identificação do respondente, sendo separado o resultado dos alunos e dos professores. Considerou-se este relatório integral e por este motivo, iniciou-se um novo ciclo em 2018.

Em 2018 foram elaborados e aplicados três questionários com algumas questões diferentes considerando as particularidades de cada público – alunos, professores e corpo técnico. A aplicação foi realizada por meio de link do google docs, ferramenta esta que permitiu a coleta de dados mais ágil e ampla, aumentando consideravelmente o número de respondentes.

Em 2019 manteve-se a aplicação de questionário por público respondente, e por meio da ferramenta do google docs. Manteve-se também, as estratégias de sensibilização da comunidade acadêmica, buscando ampliar a participação dos públicos.

Em 2020, último ano deste ciclo avaliativo, em consequência da pandemia, não houve alunos em curso – em 2019 finalizaram as turmas em andamento e não houve ingressantes em 2020. Por este motivo, esta comissão optou pela não aplicação do questionário aos professores e corpo técnico. Como a pesquisa dos anteriores contemplou todos os eixos estipulados na nota técnica, a Comissão optou por trabalhar na melhoria da análise e deste relatório trienal, bem como debruçou-se sobre a revisão do método e dos questionários, a fim de melhorar o funcionamento da própria comissão.

3. DESENVOLVIMENTO - apresentação dos dados da pesquisa

Neste relatório trianual optou-se por apresentar a média dos dados referentes aos anos de 2018 e 2019 por eixo e dimensão. Nestes anos, a pesquisa foi aplicada para três públicos – alunos, professores e corpo técnico e o número de respondentes manteve a média.

Os questionários foram separados em duas partes – uma delas, composta de perguntas, de caráter autoavaliativo, e a segunda parte, composta por perguntas, correspondente às questões relativas às análises das dimensões. Destaca-se que as particularidades dos públicos estão avaliadas na primeira parte do questionário. Neste relatório apresenta-se as médias dos públicos por pergunta,dimensão e eixo, por ano e no triênio.

Os públicos deveriam atribuir nota de 01 a 10, considerando 01 a pior nota e 10 a melhor nota. O quadro 01 descreve melhor a forma de análise.

Quadro 01 - Critérios de análise

Considerar-se-ão como FORÇA, os indicadores avaliados com maior percentual entre 7 e 10, e como FRAQUEZA, os indicadores avaliados com maior percentual entre 1 e 4. Os indicadores avaliados com maior percentual entre 5 e 6 serão considerados como ALERTA.

Quadro 02 - Dados da pesquisa do Triênio

PERGUNTAS média ano 2018 média ano 2019 Dimensão Eixo média da dimensão média do eixo
1.1 Conhecimento da Missão e do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 94,20% 97,00% dimensão 1 eixo 2 91,75% 89,88%
1.2 Conhecimento do Projeto Pedagógico Institucional (PPI) 88,60% 94,00%
1.3 Conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso (PPC) 85,70% 91,00%
2.1 À inclusão social 88,60% 91,00% dimensão 3 88,00%
2.2 Ao desenvolvimento econômico e social 85,70% 91,00%
2.3 À defesa do meio ambiente 85,80% 91,00%
2.4 À memória cultural, à produção artística e ao patrimônio cultural 82,90% 88,00%
3.1 Utilização de Tecnologia de Informação e Comunicação 88,50% 91,00% dimensão 4 eixo 3 88,76% 88,76%
3.2 Divulgação das atividades internas 85,60% 91,00%
3.3 Conhecimento de documentos legais e/ou normas regimentais reguladoras 88,50% 91,00%
3.4 Visibilidade dos serviços de ouvidoria (canal para sugestões, críticas e elogios) 77,10% 91,00%
3.5 Divulgação da Instituição nos meios de comunicação externos (TV, Rádios, Outdoor, mídias sociais ie etc) 57,10% 77,00%
3.6 Agilidade dos meios e canais de comunicação 62,80% 82,00%
4.1 Capacidade de manter um clima de respeito mútuo e ético 94,30% 100,00%
4.2 Disponibilização e atualização constante de informações úteis e fidedignas 91,40% 97,00%
4.3 Clareza nas informações 91,50% 94,00%
4.4 Qualidade no atendimento 94,40% 94,00%
4.5 Rapidez no atendimento 94,30% 97,00%
4.6 Horário de Funcionamento 80,10% 91,00%
5.1 Número de Instalações sanitárias 82,90% 91,00%
5.2 Limpeza, organização e conservação das instalações sanitárias (reposição de papel higiênico, toalhas de papel e sabonete) 97,20% 97,00%
5.3 Auditórios (capacidade, iluminação, climatização, projetores, áudio, cadeiras, etc.) 80,10% 91,00%
6.1 Iniciativas para ações proativas, inovadoras e de decisão 85,60% 91,00%
6.2 Capacidade de manter um clima de respeito mútuo e ético 91,40% 100,00%/td>
6.3 Promoção de integração entre os acadêmicos 88,60% 97,00%
6.4 Promoção de ações de complementaridade do ensino 83,10% 97,00%
6.5 Representação ativa dos interesses dos acadêmicos 85,70% 91,00%
6.6 Comunicação com os acadêmicos 85,70% 91,00%
7.1 Iniciativas para ações proativas, inovadoras e de decisão 85,70% 91,00% dimensão 6 eixo 4 83,72% 83,72%
7.2 Integração entre as políticas institucionais de ensino, pesquisa e extensão 82,90% 78,00%
7.3 Revisão e atualização dos documentos legais e normas regimentais reguladoras 85,70% 94,00%
7.4 Organização e preservação de dados históricos, estatísticos e operacionais. 77,20% 84,00%
7.5 Agilidade dos Órgãos Colegiados Superiores 74,30% 83,00%
7.6 Número e representatividade dos diversos segmentos da Faculdade nos Órgãos Colegiados Superiores 85,70% 94,00%
7.7 Sistema de monitoramento, vigilância e segurança oferecido à comunidade acadêmica 85,70% 94,00%
8.1 Iniciativas para ações proativas, inovadoras e de decisão 88,60% 88,00%
8.2 Capacidade para manter um clima de respeito mútuo e ético 88,60% 97,00%
8.3 Promoção de ações de integração entre docentes, técnicos e discentes 91,30% 97,00%
8.4 Gestão das atividades acadêmicas e funcionamento do curso 88,60% 94,00%
8.5 Cumprimento da legislação e normas institucionais 88,60% 91,00%
8.6 Transparência das ações de coordenação, planejamento e execução do plano de gestão da coordenação do curso 85,70% 78,00%
8.7 Horário de Funcionamento 88,60% 94,00%
8.8 Relacionamento com os alunos 94,20% 94,00%
9.1 Iniciativas para ações proativas, inovadoras e de decisão 88,60% 88,00%
9.2 Capacidade para manter um clima de respeito mútuo e ético 91,60% 94,00%
9.3 Incentivo à avaliação e consolidação dos Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) 85,80% 94,00%
9.4 Promoção de integração de ações de ensino- aprendizagem 88,80% 91,00%
9.5 Incentivo à atualização didático-pedagógica do corpo docente 91,40% 94,00%
9.6 Utilização dos resultados de avaliações para a melhoria dos Cursos 88,50% 91,00%
9.7 Cumprimento da legislação e normas institucionais 91,40% 91,00%
10.1 Iniciativas para ações proativas, inovadoras e de decisão 77,10% 88,00%
10.2 Capacidade para manter um clima de respeito mútuo e ético 83,00% 94,00%
10.3 Incentivo à participação discente em ações de extensão 79,90% 88,00%
10.4 Divulgação das ações de extensão realizadas ou em andamento 77,10% 86,00%
10.5 Utilização dos resultados de avaliações para a melhoria das ações extensionistas 74,10% 86,00%
10.6 Cumprimento da legislação e normas institucionais 74,10% 86,00%
11.1 Iniciativas para ações proativas, inovadoras e de decisão 80,00% 94,00%
11.2 Políticas de clima organizacional 74,30% 94,00
11.3 Capacidade para gerir pessoas, processos e tecnologias 74,20% 94,00%
11.4 Gestão das atividades administrativas e financeiras 74,30% 94,00%
11.5 Gestão dos processos de aquisição, armazenamento e distribuição de materiais permanentes e de consumo 74,30% 94,00%
11.6 Supervisão de novas edificações, reformas e manutenção do patrimônio imóvel 71,40% 94,00%
11.7 Utilização dos resultados de avaliações para a melhoria das ações administrativas 71,40% 94,00%
11.8 Cumprimento da legislação e normas institucionais 71,40% 94,00%
11.9 Qualidade no Atendimento 74,20% 94,00%
11.10 Rapidez no Atendimento 71,40% 97,00%
11.11 Clareza nas Informações 71,50% 93,00%
11.12 Horário de Funcionamento 71,40% 88,00%
12.1 Facilidade de utilização do sistema de reserva 88,60% 91,00%
12.2 Pontualidade quanto a instalação 91,40% 91,00%
12.3 Qualidade dos equipamentos 91,50% 91,00%
12.4 Atendimento às solicitações 91,40% 91,00%
13.1 Importância desse processo de auto avaliação institucional 100,00% 100,00%
13.2 Melhorias na instituição decorrentes das avaliações anteriores 97,10% 97,00%/td>
13.3 Divulgação dos resultados da Autoavaliação Institucional 94,20% 94,00%
14.1 Dimensão 94,20%/td> 94,00% dimensão 7 eixo 5 84,34% 84,34%
14.2 Climatização 94,20% 97,00%
14.3 Iluminação 97,10% 94,00%
14.4 Quantidade e condição das instalações elétricas 94,20% 97,00%
14.5 Qualidade do mobiliário (cadeiras, mesas e armários) 97,10% 97,00%
14.6 Recursos audiovisuais disponíveis (quadros, projetores, computadores, áudio, Internet, entre outros) 97,10% 97,00%
14.7 Isolamento acústico 97,10% 94,00%
14.8 Limpeza, organização e conservação do ambiente 100,00% 100,00%
14.9 Wi-Fi 82,70% 88,00%
15.1 Climatização 88,40% 88,00%
15.2 Iluminação 91,30% 91,00%
15.3 Qualidade do mobiliário (cadeiras e mesas) 91,30% 94,00%
15.4 Quantidade de equipamentos de informática 88,50% 97,00%
15.5 Qualidade de conexão de Internet 91,30% 97,00%
15.6 Qualidade dos equipamentos de auxílio à exposição dos conteúdos (projetores, áudio, quadros e TV) 88,50% 94,00%
15.7 Atendimento (laboratorista) 85,80% 91,00%
15.8 Isolamento acústico 91,40% 91,00%
15.9 Limpeza, organização e conservação do ambiente 100,00% 100,00%
16.1 Relevância do conteúdo disponibilizado 88,40% 94,00%
16.2 Clareza das Informações 88,50% 94,00%
16.3 Atualização das Informações 88,40% 91,00%
16.4 Climatização 88,50% 91,00%
17.1 Iluminação 97,10% 97,00%
17.2 Qualidade do mobiliário (cadeiras e mesas) 97,10% 97,00%
17.3 Quantidade de equipamentos de informática 97,10% 100,00%
17.4 Área disponível para estudo 97,10% 97,00%
17.5 Atualização do acervo de livros 91,30% 96,00%
17.6 Atualização do acervo de periódicos 91,30% 91,00%
17.7 Quantidade e variedade do acervo 91,30% 94,00%
17.8 Exposição e localização do acervo 88,50% 94,00%
17.9 Qualidade no atendimento do bibliotecário 91,30% 94,00%
17.10 Qualidade no atendimento dos demais colaboradores 97,10% 100,00%
17.11 Acesso ao Sistema Pergamum 80,00% 86,00%
17.12 Acesso à bases de dados técnico-científicas regionais, nacionais e internacionais 94,20% 86,00%
17.13 Limpeza, organização e conservação do acervo e do ambiente 100,00% 97,00%
17.14 Isolamento acústico 97,10% 100,00%
18.1 Arquitetura inclusiva (rampas, elevadores, sanitários adaptados, vagas nos estacionamentos, mobiliário, equipamentos, etc.) 91,30% 94,00%
19.1 Participação na elaboração do planejamento institucional 86,70% 88,00% dimensão 8 eixo 1 89,13% 89,13%
19.2 Participação no processo de avaliação institucional 88,50% 91,00%
19.3 Divulgação interna de relatórios de gestão 88,40% 91,00%
19.4 Divulgação interna do processo e dos resultados da avaliação 88,40% 91,00%
20.1 Políticas de acesso à Faculdade ANASPS (vestibular, transferência, retorno e reingresso) 88,60% 85,00% dimensão 9 eixo 3 86,01% 86,01%
20.2 Apoio à permanência na Faculdade Anasps 80,00% 88,00%
20.3 Oferta de intercâmbios 79,90% 83,00%
20.4 Estímulo à participação em gestão acadêmica, de ação comunitária e de representação 80,10% 88,00%
20.5 Serviços e programas de apoio ao discente 88,50% 85,00%
20.6 Mecanismos de avaliação da satisfação com o curso 88,50% 91,00%
21.1 Manutenção de contato com o egresso 88,50% 91,00%
21.2 Oferta de atividades promotoras de educação continuada 88,50% 88,00%
21.3 Acompanhamento da inserção dos egressos no mercado de trabalho 85,70% 85,00%
21.4 Processo seletivo para pós-graduação 82,90% 85,00%

4. ANÁLISE DOS DADOS DO TRIÊNIO

Neste tópico do relatório, apresentam-se as análises verificadas por eixo/dimensão, buscando identificar os principais pontos evidenciados como Força, Alerta e Fraqueza.

Cabe destacar que não houve uma grande variação na avaliação realizada no ano 1 (2018) e no ano 2 (2019) deste triênio. Também destaca-se que não foi verificado nenhum Alerta nem
Fraqueza apontadas pelos públicos pesquisados, porém, esta comissão verificou fragilidades no próprio processo de autoavaliação, a partir da experiência deste primeiro ciclo e apresenta, no tópico
plano de ação, proposições de melhoria.

As fragilidades verificadas pela própria comissão são: o questionário (muitas perguntas, perguntas não adequadas ao público; perguntas mal formuladas, dificultando o entendimento e
comprometendo os resultados), ampliação da aplicação do questionário aos públicos egressos e comunidade externa, incluindo também, a representação destes na comissão; consolidação do
processo democrático de escolha das representações; o processo de análise e elaboração do relatório, assim como todos os demais processos dessa comissão.

Destaca-se também, que embora nenhuma dimensão ou eixo tenha sido destacado como Alerta ou Fraqueza, algumas perguntas ficaram com pontuação de alerta ou muito próximas a ela, no
ano 1, tais como questões relativas à comunicação, gestão administrativa e atuação do núcleo de extensão. Essas perguntas tiveram sua pontuação melhorada, algumas destacadas como Força no ano 2.

Cabe destaque às perguntas relativas à limpeza dos espaços da IES, que mantiveram o conceito máximo no ano 1 e 2.

De todas as questões apresentadas, a grande maioria manteve o índice do ano 1 ou teve melhora do índice exceto as questões: 7.2 (Integração entre as políticas institucionais de ensino,
pesquisa e extensão), 8.6 (Transparência das ações de coordenação, planejamento e execução do plano de gestão da coordenação do curso) e 17.12 (Acesso à bases de dados técnico-científicas
regionais, nacionais e internacionais).

5. PLANO DE AÇÃO

A apresentação das fragilidades identificadas durante a análise deste ciclo avaliativo em formato de plano de ação traz consigo a intenção de auxiliar esta comissão e a gestão da IES na implementação de melhorias sugeridas A ferramenta 5W2H vem sendo amplamente utilizada na gestão como estratégia de ação.

Planejar as etapas de implementação de uma nova atividade auxilia a gestão na execução, uma vez que desmembra uma atividade em tarefas e seus executores. Facilita ainda seu acompanhamento, já que também estabelece prazos.

FERRAMENTA 5W2H

6. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Este relatório integral, conforme estabelecido na Nota Técnica 65/2014, contempla as análises realizadas pela Comissão Própria de Avaliação dos anos de 2018 a 2020.

A CPA está em busca da consolidação do processo avaliativo da IES, sensibilizando os públicos para a efetiva participação, a fim de garantir a maturidade desta comissão e do próprio
processo avaliativo.

A Comissão e a gestão da IES permanecem empenhadas no contínuo aprofundamento da
qualidade do ensino e demais dimensões.

Fale com a CPA

Envie uma mensagem pelo formulário abaixo: