Português EnglishEspañol

Acessibilidade

Português EnglishEspañol

Síndrome de Tourette – conhecer para respeitar

Recentemente viralizou, na plataforma do TikTok, vídeos em que o cantor Lewis Capaldi foi acolhido pelo público no momento em que teve uma crise da Síndrome de Tourette durante um show. O cantor foi diagnosticado recentemente e, em entrevistas nas redes, sinalizou que ainda está aprendendo sobre tudo isso. Na mesma plataforma, pessoas com a mesma condição, convivendo há anos com a síndrome ou recém diagnosticados, compartilham suas experiências, seus medos e dificuldades.

Joyce Luz, estudante de psicologia de 19 anos, é uma dessas pessoas. Joyce conta com mais de 850 mil seguidores e muitas visualizações em cada um dos seus vídeos. Em entrevista à BBC, contou que começou a compartilhar toda a trajetória até o diagnóstico, incentivada por seu terapeuta. Foi toda a dificuldade desse processo, incluindo a quantidade de profissionais conhecedores da síndrome, que também a motivou a cursar Psicologia.

Embora não muito falada até pouco tempo atrás, há relatos de pacientes com a Síndrome de Tourette desde 1825.

A Síndrome de Tourette é um distúrbio do neurodesenvolvimento caracterizado por tiques motores e vocais. Normalmente os tiques motores se manifestam antes dos tiques vocais e comumente iniciam na infância. Os tiques podem ser incapacitantes e causar muitos transtornos durante a rotina diária. Além disso, comorbidades comumente associadas podem causar mais dificuldades no dia a dia. Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo são algumas das comorbidades mais comuns.

Os tiques podem se manifestar de várias formas. Entre os mais comuns estão: tique provocado por palavras obscenas (Coprolalia), repetição das mesmas palavras ditas por outra pessoa (Ecolalia), repetição das mesmas palavras (Palilalia) e gestos obscenos, principalmente "dedo do meio" (Copropraxia).

A respeito do tratamento, não se pode falar em cura. O que se busca é atenuação dos sintomas/tiques. Cabe dizer que o tratamento é multidisciplinar e deve contar com apoio de vários profissionais.

Uma forma de difundir informações sobre deficiências e síndromes é através de filmes. Personagens de filmes, inspirados na vida real, retratando suas vidas através das telas, ajudam pessoas a se perceberem como tal, servem de inspiração para superar as dificuldades da vida, como por exemplo, o filme “O primeiro da classe” (2008), que conta a história de Brad Cohen, vítima de bullying por parte de colegas desde os sete anos de idade, devido aos sons estranhos e movimentos indesejados que o garoto fazia. Cohen foi diagnosticado com a Síndrome de Tourette, tempos depois. Após superar vários desafios durante a sua vida, Brad se formou na faculdade, e segue buscando realizar seu sonho de se tornar professor.

Se você gosta dessa temática e de filmes inspirados em personagens reais veja mais indicações em: https://filmow.com/listas/filmes-edocumentarios-sobre-a-sindrome-de-tourette-l159660/

Esse artigo faz parte de uma coletânea de publicações sobre deficiências e transtornos do neurodesenvolvimento, contemplados no Projeto Paidéia II. Para saber mais sobre o projeto acesse o link https://faculdadeanasps.com.br/lp-livro-paideia/  e leia o livro já publicado.

Sugestão de filme: O Primeiro da Classe.pdf (caminhosparaacidadania.com.br)

Gostou? Compartilhe

Olá querido aluno(a), faça login em uma das opções abaixo: